Florestan Fernandes promove o 11º Trote Solidário

30 de agosto de 2018
Por: Natielly Santos

O evento está na 11ª edição e tem o objetivo de trabalhar cidadania e solidariedade entre os participantes e, ainda, arrecadar alimentos não perecíveis que serão encaminhados ao Banco de Alimentos de Diadema e depois distribuídos às famílias carentes assistidas pelo programa municipal.

O Club de Campo já foi parceiro outras vezes nesta atividade. Para fazer a doação é muito simples. Quem estiver, no dia do trote, fazendo compras no supermercado, basta adquirir mantimentos e doar aos colaboradores da Fundação Florestan, que estarão como voluntários na entrada da loja. Entre os alimentos que poderão ser ofertados estão arroz, açúcar, café, farinha, feijão e óleo.

CLIQUE E VEJA AS FOTOS DO TROTE SOLIDÁRIO

Segundo o presidente da Fundação Florestan Fernandes, Paulo Fares, o Trote é importante porque, além de promover a interação e a troca de experiências entre os alunos, ajuda as entidades cadastradas no Banco de Alimentos de Diadema.

“São 80 entidades e milhares de pessoas beneficiadas”, explica. “É um tipo de ação que sempre incentivamos. Inclusive, quando os alunos vão se matricular, eles também podem fazer doação de alimentos. Só nesse semestre, arrecadamos cerca de 660 kg de alimentos no período de matrícula”, conclui.

Em agosto do ano passado, quando ocorreu o último trote, o Banco de Alimentos de Diadema recebeu 1.847 kg de produtos não perecíveis provenientes das doações. A expectativa é que, no sábado, sejam arrecadados mais de 2.000 kg de alimentos.

O Trote Solidário é uma iniciativa da Fundação Florestan Fernandes em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar.

TREINAMENTO
Sempre que a Fundação Florestan Fernandes promove o Trote Solidário, os participantes passam por um treinamento. A preparação ocorreu nos dias 23 e 24 de agosto, no auditório da escola, e teve a participação de 955 alunos. Durante a capacitação, eles aprenderam sobre conceito de solidariedade e assistiram a vídeos motivacionais. Também foi simulado um dia de trote, no qual cada participante ficou com uma função, entre elas, a de abordar o cliente e a de anotar o recebimento de produtos.

Compartilhe esta página