Fundação Florestan recepciona novos alunos

8 de fevereiro de 2019

Como parte do processo de integração dos alunos dos 33 cursos gratuitos oferecidos pela entidade, a Fundação Florestan Fernandes realiza aula inaugural, nas próximas segunda e terça feiras, 11 e 12/02, em seu auditório. Os acolhimentos acontecerão nos horários de início das aulas de cada turma. Após as apresentações os alunos seguirão com seus professores para os respectivos ambientes de aulas.

A aula inaugural é uma tradição na escola e acontece no primeiro e segundo semestres. Neste começo de ano, cerca de 1.500  novos estudantes entrarão para a escola. Durante o evento, além da integração, os alunos serão apresentados aos seus respectivos professores, ao funcionamento, missão e valores da entidade, além de assistirem a um vídeo com depoimentos de ex-alunos.

Maria Barbosa de Sousa, uma das novas alunas, faz parte do grupo de cidadãos de Diadema que teve a vida transformada após um primeiro curso, realizado em 2017, na área da Beleza, uma das mais áreas mais concorridas atualmente na Florestan: “Eu trabalhava em uma área totalmente diferente. Eu fiz o curso de Depilação em 2017 e agora vou fazer o de Estética Facial e, ainda, pretendo fazer o de Maquiagem. Eu gosto da área da Beleza”.

A empresa em que Maria Barbosa trabalhava faliu quando ela ainda estava estudando, e o curso permitiu que ela começasse a atender em domicílio por meio de indicações: “Eu pretendo ter meu espaço de estética com cabelo, depilação e tudo mais. Nessa área é bom saber um pouco de tudo”, planeja.

A diretora presidente da Florestan, Margareti Sanches, destaca o momento atual de conquistas da autarquia e, também, a recepção de mais uma leva de alunos que sonham com um futuro melhor: “Realizamos esse evento pensando em proporcionar ao aluno um acolhimento inicial a fim de que se sinta incluído nessa instituição, para que conheça a equipe e os professores que os acompanharão durante todo o período do curso. Acreditamos ser esse o segredo da baixa evasão: o aluno aqui tem voz, ajuda a construir o processo de ensino e aprendizagem. Hoje a Fundação, após passar por reformas, ampliação  de salas de aula, construção de uma cozinha escola, aquisição de novos computadores teve a possibilidade de ampliar suas vagas, e, com isso, atender muito mais pessoas em seus mais  33 cursos oferecidos gratuitamente aos moradores de Diadema, além do Programa Jovem Aprendiz que, em menos de um ano de seu lançamento, já inseriu mais de 65 jovens no mercado de trabalho. Estamos firmando  novas parcerias que irão agregar muito mais qualidade aos nossos cursos, como SEBRAE e UNIFESP”,  finaliza.

A maioria dos cursos oferecidos possui duração de 3 ou 6 meses (trimestrais e semestrais), mas há exceções, como o curso de Preparação para o Primeiro Emprego que recentemente foi remodelado e agora é anual.