Exposição Da Cultura da Violência para a Cultura da Paz

10 de setembro de 2018

Durante os dias 11 e 12 de setembro, no hall de entrada do anfiteatro da Fundação Florestan Fernandes, acontecerá a exposição Da Cultura da Violência para a Cultura de Paz – Transformando o espírito Humano. A produção é da Soka Gakkai Internacional – SGI, entidade que “busca contribuir com ações conscientes que promovam o potencial humano, proporcionando a plenitude de cada indivíduo e abolindo qualquer tipo de discriminação. “

Com apenas 6% do que é gasto em armamentos no mundo seria possível suprir toda a população do planeta com as necessidades básicas de um ser humano. Este dado e muitos outros mais são mostrados nesta exposição documentário.

Em um mundo cada dia mais interdependente, as questões mais relevantes à segurança humana devem e precisam ser compartilhadas. Foi com esse objetivo que a SGI desenvolveu esta exposição. Da Cultura de Violência para a Cultura de Paz – Transformando o espírito humano tem como foco a promoção de um sentimento comum: a partir do caos da violência, encontrar o caminho para uma paz perene. A cidade estadunidense de Nova York recebeu a primeira edição em 2007 e, desde então, já percorreu 250 cidades em todo o mundo.

CLIQUE E VEJA AS FOTOS DA EXPOSIÇÃO

Ao todo são 38 painéis – dois destes foram produzidos especialmente para a edição brasileira – que apresentam na prática, em fatos e números, os meios para a obtenção de uma paz real e perene.

Esta mostra foi idealizada para comemorar o 50º aniversário da Declaração de apelo à abolição de armas nucleares proferida em 8 de setembro de 1957 por Josei Toda e em resposta ao chamamento do dr. Daisaku Ikeda atual presidente da SGI pelo estabelecimento da Década de Ações pela Abolição das Armas Nucleares apresentado às Nações Unidas em agosto de 2006.